Diversos

Páscoa, época de reflexão pessoal…

Desde Janeiro que queria ter vindo aqui contar-vos como tem corrido a minha vida mas o tempo passa a correr e a vontade de cozinhar é pouca… Passados 4 meses posso dizer que tenho feito uma dieta isenta de glúten e lactose, com alguns pecados pelo meio… Mas deixem-me explicar o que aconteceu…

Desde Novembro que andava doente por causa da minha colite. A verdade é que desde pequena que tenho crises intestinais (diarreia) mas sempre associaram ao síndrome do cólon irritável mas em 2010 os sintomas pioraram e então foi-me diagnosticado colite ulcerosa. O problema é que mesmo tomando a medicação indicada as crises iam e voltavam, como uma montanha russa, até chegar o mês de Dezembro onde a crise piorou. E como não se não bastasse, o facto de andar com o sistema imunitário em baixo ajudou a que apanhasse uma grande gripe. Foi o nariz, a rinite, a tosse compulsiva e a rouquidão. Ah sem esquecer a lesão no ombro e no pulso… Foi um mês para esquecer, com muitos medicamentos, muito cansaço, dores e vontade de desaparecer do planeta mas sem fuga possível e continuando a trabalhar. O desespero levou-me a consultar outro médico de gastro (que me receitou os mesmos medicamentos) e a uma médica que seguiu a vertente da homeopatia. Para além de me receitar medicamentos naturais fez-me A pergunta: “Já fizeste algum teste de intolerância alimentar?” Bem, claro que eu tenho ideia que aquilo que comemos pode afectar o nosso organismo mas daí a mudar radicalmente a nossa vida… Foi isso que aconteceu no dia 28 de Dezembro quando recebi este resultado…

2012-12-29 11.36.28

E assim desaba parte do meu mundo antes da passagem de ano… Eu amo leite de paixão, não consigo viver sem queijo e juntaram a isso o meu rico pão?! Que mal é que eu fiz para merecer isto?! Todo o gosto por cozinhar desapareceu a partir do momento em que comecei a substituir as farinhas, o leite e os ovos (maldita clara!). Os bolos ficam horríveis, o sabor é completamente diferente e o desespero tomou conta de mim. Cozinhar que antes era relaxante e divertido tornou-se uma sentença de morte… Graças a Deus que já existem muitos alimentos à venda (mas caríssimos) e blogs magníficos com receitas, dicas e muita informação!

Segundo a médica não preciso me preocupar pois não sofro de doença celíaca. Não tenho os sintomas, os meus testes sorológicos deram negativos só faltou a biópsia ao intestino delgado que não fiz. Desde que comecei com a medicação e a dieta que a minha crise desapareceu e sou uma pessoa saudável outra vez.

Afinal, o mau estar que eu sentia de manhã nos meus intestinos revoltados não era por causa do café ou do chocolate que punha no leite mas sim do próprio leite! Ando-me a habituar ao leite de soja mas nada substitui o meu adorado leite de vaca… Eu sei que será assim para o resto da vida mas sei que poderei cometer os meus pequenos pecados, neste caso comer um pouco de queijo ou um pão em dias especiais. A intolerância alimentar é de efeito cumulativo e não como uma alergia ou doença que ataca logo por isso tenho uma pequenina margem de manobra.

Em breve irei começar a adicionar à minha dieta outros alimentos ditos proibidos para ver como reage o meu organismo. Vamos ver como irá correr. Nesta Páscoa comi um pouco do folar salgado e devo dizer que felizmente não me fez mal!
O meu cantinho continuará a ter receitas, desta vez com algumas trocas mas sempre possível de se fazer.

A maior aprendizagem que levo desta nova etapa da minha vida:

“Somos aquilo que comemos”

O nosso bem estar provém disso mesmo =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 Comment

  1. Fiquei estupefacta com a clara de ovo!
    Nunca fiz os testes de intolerância alimentar, mas há mais de um ano que deixei de beber leite normal, bebo de soja ou sem lactose (problemas de estômago) e senti toda a diferença.
    Vou estar atenta ao relato das tuas novas experiências alimentares e dicas culinárias.

    Beijocas***

  2. Que jornada a tua! Acho que pode-se dizer: que bom que pelo menos agora estas em uma posição de conhecimento. E como dissestes, hoje em dia há tanta informação em websites. Te desejo uma jornada de descobertas fantásticas.

  3. Olá. Desde já quero manifestar o meu contentamento por verificar que já tinhas feito mais um ‘post’. Sinceramente era viciada no teu blogue e nas tuas receitas e todos os dias vinha até cá espreitar as novidades. Fiquei triste e ansiosa com a sua ausencia. Hoje, lendo a tua mensagem, não pude deixar de pensar que me revi na tua historia. Isto porque há cerca de 2 anos, também me foi diagnosticada a mesma doença. Colite ulcerosa ascendente. No mes de Novembro tive uma crise horrenda, que me deixou de rastos. Tive de tomar imensos antibióticos para conseguir recuperar… quando já lá ia… apanhei também uma gripe, que por pouco não passou a coisas piores. .. Por enquanto vou sobrevivendo.. Tenho dias que penso que deveria pensar mais e melhor na minha alimentação…mas o stress do quotidiano… leva-me a fazer ao contrário.. fumo, tomo até 5 cafés por dia.., enfim cometo atrocidades, que me vão trazendo alguns pesadelos. Fiquei interessada na tal análise às intolerâncias alimentares.. Onde posso fazê-la? Onde me devo dirigir e a quem a solicito ?? Espero que recuperes e consigas atingir o bem estar que tanto desejas.. Boa sorte. Continua a brindar-nos com os teus dotes culinários ou então a partilhar as tuas reflexões.. Beijinhos

  4. Estou certa de que isto representa uma grande mudança… para quem gosta de cozinhar como tu!!! isto dificulta bastante as coisas,,, mas e como dizes, hj em dia ja ha imensos alimentos substitutos… no meu caso n é por motivo de doença, mas por opçao, e faço imensas substituições, e mtas das vezes surpreendo-me com o resultado, que é bem melhor do que esperava 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *